Me formei professora e exerci o cargo de professora de sala de aula, na continuidade trabalhei como orientadora educacional e supervisora escolar. Fiz Pedagogia e me interessei pelas pessoas que não aprendiam, perguntava-me qual a causa e o que mais poderia ser feito. A pós-graduação em Psicodrama mudou a minha forma de ver os fenômenos sociais e o lugar do sujeito neste contexto. A pós-graduação em Psicopedagogia me deu os instrumentos que eu precisava para melhor atuar. Fiz Mestrado em Psicologia da Educação na PUCSP e desde então dedico um olhar pesquisador para o sujeito que aprende (ou não) entre as instituições Família e Escola. Atendo crianças e jovens, que as famílias e/ou a escola nomeiam como tendo dificuldades de aprendizagem. A experiência de consultório me autorizou a trabalhar com as instituições escolares, mediando o processo de COMO a pessoa aprende e COMO a escola ensina – relação de ensino/aprendizagem ou aprendizagem/ensino. Nesse entremeio tem uma família que desenvolveu uma modalidade de aprendizagem, que precisa, igualmente, ser redirecionada. A atividade como professora nos cursos de pós-graduação em psicopedagogia e áreas afins; os trabalhos com as famílias, tanto na clínica, quanto nas instituições; as palestras para pais e professores e o grupo de pesquisa do qual faço parte, me favorecem a escrita dos livros, dos artigos e dos DVDs destinado a esse público: professores, pais e estudantes de Pedagogia e Psicopedagogia.